Manifestações Clínicas das Hérnias

Manifestações Clínicas das Hérnias

Em regra, o primeiro sintoma de uma hérnia discal é a dor das costas, na área do disco afectado. Alguns investigadores acreditam que esta dor é um sinal de que se regista uma lesão ou enfraquecimento da armação exterior rija do disco e não significa que se tenha verificado, necessariamente, uma hérnia do núcleo interior. Se, de facto, houver uma hérnia do núcleo interior e estiver a comprimir um nervo próximo, os sintomas resultantes variam, dependendo da localização da hérnia discal:

  • Na região cervical – Pode haver dor no pescoço, ombro, omoplata, braço ou tórax, juntamente com dormência ou fraqueza no braço ou dedos. Se a dor se centrar no tórax e braço, pode imitar a dor torácica da doença cardíaca. Por vezes, podem ocorrer alterações na micção e dores de cabeça.
  • Na região torácica – Os sintomas tendem a ser vagos, enganosos e prolongados. Pode haver dor na parte superior das costas, parte inferior das costas, tórax, abdómen ou pernas, juntamente com fraqueza e dormência numa ou ambas as pernas. Algumas pessoas afectadas também se queixam de incontinência intestinal ou da bexiga.
  • Na região lombar – Muitas pessoas sofrem de anos de dor intermitente e ligeira na parte inferior das costas antes de um único acontecimento precipitante (tais como levantar pesos, flexão súbita, torção abrupta) agravar os seus sintomas ao ponto de procurarem ajuda médica. A principal queixa que a maioria das pessoas com uma hérnia discal lombar apresenta é uma dor forte referida à coxa e perna. Esta dor denomina-se de dor ciática, uma vez que surge de pressão nas raízes nervosas que compõem o nervo ciático e, em regra, começa na parte inferior das costas, depois irradia para as nádegas e para a parte de trás da coxa e perna. A dor ciática agrava-se, tipicamente, se o doente tossir, espirrar, se virar para baixo ou rodar as costas abruptamente. Embora o repouso alivie, muitas vezes, a dor ciática, esta pode agravar-se ao conduzir ou ao levantar-se de uma cadeira. Além disso, pode verificar-se dormência, formigueiro ou fraqueza muscular nas nádegas ou perna do lado da dor. Em formas mais raras e mais graves de hérnia discal lombar, o nervo é comprimido de forma mais extensa podendo desenvolver-se sintomas adicionais, incluindo dor rectal; perda de controlo do intestino e da bexiga; e dormência em redor da área genital, nádegas ou parte de trás das coxas.
Partilha nas redes sociais
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •