Hérnia Lombar

Hérnia Lombar ou Hérnia de disco Lombar

A hérnia lombar ou hérnia de disco lombar ocorre quando parte de um disco intervertebral sai de sua posição normal e comprime as raízes dos nervos que se ramificam a partir da medula espinhal e que emergem da coluna espinhal. Esse problema é mais comum nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga.

A hérnia de disco extrusa é uma situação ortopédica bastante habitual e importante, que afeta os discos intervertebrais da coluna vertebral, que funcionam como verdadeiros amortecedores. A patologia se dá quando há a rotura desse ânulo fibroso e o conteúdo gelatinoso interno, chamado de núcleo pulposo, sai através de uma fissura na membrana.Com isso, as raízes nervosas que passam pelo espaço intervertebral encolhem-se, ocasionando os sintomas clínicos próprios da hérnia discal: dor lombar normalmente associada à irradiação para os membros inferiores, diminuição de força muscular destes membros e formigamento nas pernas.

CAUSAS DA HÉRNIA DE DISCO

Os discos intervertebrais são suportes em formato de anel ou discos posicionados entre as vértebras que constituem a coluna espinhal. Os discos são constituídos por tecido cartilaginoso e elástico e tem como principal função evitar o atrito entre uma vértebra e outra, mas permitindo o movimento entre elas.
A hérnia de disco acontece com o desgaste desses discos, causado pelo seu uso repetitivo. Na hérnia de disco, parte de um disco sai de sua posição normal e passa a comprimir as raízes dos nervos, causando pressão sobre elas e, consequentemente, dor.
O desgaste pelo tempo é a principal causa de uma hérnia de disco, mas forçar os músculos das costas para levantar peso excessivo pode ser um desencadeador deste problema.
Mais raramente, um acidente poderá levar ao surgimento de uma hérnia de disco.
Excesso de peso e fazer atividades que demandem grande esforço físico são fatores que podem desencadear problemas nas costas, entre elas a hérnia de disco. Movimentos de repetição no trabalho que exigem muito dos músculos das costas podem causar desgaste dos discos e, consequentemente, levar à hérnia.
Há evidências também de que a genética possa ter um papel importante no desenvolvimento de hérnias de disco. Isso quer dizer que há um risco maior para hérnia de disco se seus pais, irmãs ou irmãos possuem a patologia.

SINTOMAS DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR

Os principais sintomas da hérnia de disco lombar são:

  • Dor aguda em uma parte da perna, quadril ou nádegas;
  • Dormência em outras partes;
  • Dor ou dormência na parte posterior da panturrilha ou na planta do pé e pode ainda haver fraqueza nessa mesma perna.
  • Prostração e sensação de formigamento
  • Sensação de fraqueza por causa dos músculos das costas atingidos pela hérnia de disco.


DIAGNÓSTICO DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR

O primeiro passo para diagnosticar a hérnia de disco lombar será o médico realizar um exame físico no paciente com suspeita de hérnia de disco para a avaliação, para saber onde há dores ou sensibilidade na região das costas. Logo depois, ele realizará um exame neurológico, no qual avaliará o reflexo, força muscular, capacidade de andar e sensibilidade para toques, vibrações e agulhadas.
Em muitos casos, o exame médico, o exame neurológico e uma conversa sobre o histórico médico e familiar do paciente bastam para diagnosticar. Ainda assim, se houver suspeita de que outra causa possa estar levando os sintomas descritos pelo paciente, o médico poderá optar por realizar outros exames, a fim de excluir outras possíveis causas e, assim, finalizar o diagnóstico:

  • Pode ser feita uma eletromiografia para determinar exatamente a raiz de nervo em questão
  • O mielograma pode ser usado para determinar o tamanho e a localização da hérnia de disco
  • O teste de velocidade de condução do nervo pode ser feito
  • A ressonância magnética ou a tomografia computadorizada da coluna evidenciam a pressão sobre o canal espinhal pela hérnia de disco
  • Pode ser feito um raio-X da coluna para excluir outras causas de dor nas costas ou no pescoço. Entretanto, não é possível diagnosticar uma hérnia de disco apenas com uma radiografia de coluna.

TRATAMENTO DA HÉRNIA

O tratamento da Hérnia de Disco com método de ARM (advanced rehabilitation method) é o resultado da colaboração do Dr.Roy la Touche, do Dr.Eduardo Fernandes e do Dr. Jorge Villafañe. Formados nas melhores Universidades do Mundo, nomeadamente Universidad Europea de Madrid e University of San Francisco (E.U.A). Investigadores e Expertos na área de reabilitação começaram a perceber lacunas nas várias abordagens que são feitas no tratamento de patologias músculo-esqueléticas e neurológicas.

E criaram uma abordagem mais abrangente e pormenorizada que respondesse a necessidade de tratamentos mais eficientes. Fruto da união das técnicas com maior evidência, foi criado o método de ARM. Aplicado em centenas de pessoas pelo Dr. Eduardo Fernandes possui até hoje níveis de satisfação próximos dos 100% em hérnias discais. Nenhum cliente terá que pagar o tratamento senão ficar completamente satisfeito no final da primeira consulta. Terá apenas que pagar 25% do preço total do tratamento se pretender prosseguir.

Caso pretenda saber a clínica mais perto de si onde trabalhamos, obter mais informações ou marcar a consulta de avaliação ligue : 273333264 ou 913924822.

tratamento hernia lombar

hernia lombar – tratamento hernia lombar

Partilha nas redes sociais
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •