acupuntura no tratamento da hérnia

Acupuntura no tratamento da hérnia?

Eletroacupuntura, na frequência de 4 Hz por 30 minutos, três vezes na semana, durante três semanas reduz em 42% a dor pelo VAS, 1 dia após a última sessão terapêutica (p < 0,01). Enquanto TENS
(Transcutaneous electrical nerve stimulation) reduz em 23% (p < 0,05), e a aplicação de placebo em 8%, na mesma frequência. Além disso, o consumo diário de medicações anti-inflamatórias analgésicas diminuiem 50% (p < 0,01), 29% (p < 0,05) e 8% respectivamente, após 3 semanas da aplicação de cada terapia.
Aplicações de acupuntura no tratamento da hérnia nos pontos ventrais RN9, RN6 e RN4
por trinta minutos uma vez ao dia melhora significativamente a dor
após vinte aplicações, avaliada pela EVA. Média de 4,98 ± 0,36 antes,
3,06 ± 0,13 após 10 aplicações e 0,83 ± 0,49 após vinte aplicações (p
< 0,05). Comparado com tratamento com manipulação terapêutica há
melhora significativamente maior na dor (EVA antes 4.77 ± 0.24, após
10 sessões 3.96 ± 0.31 e após vinte sessões 2,85 ± 0,49) (p < 0,01)24 (B).

Recomendação

A acupuntura clássica e a eletroacupuntura melhoram, de modo
significativo, a dor provocada pela hérnia de disco lombar.

acupuntura no tratamento da hérnia

Qual é a eficácia de antidepressivos para o tratamento da hérnia de disco lombar?

Nortriptilina em posologia escalonada, iniciando com doses noturnas de 25 mg durante 7 dias e aumentos de 25 mg semanais nas próximas 3 semanas, conforme tolerado pelo paciente até dose máxima de 100 mg/dia mostrou redução não significativa de 14% da dor na perna em relação ao placebo (IC95% = -2% a 30%, p > 0,05)18 (B).

O tratamento combinado de nortriptilina e morfina iniciado com doses diárias de 25 mg e 15 mg durante 7 dias e 4 dias, respectivamente, com aumento da dose de morfina para 30 mg/dia a partir do 5º
dia de tratamento e aumento semanal de 25 mg de nortriptilina e 15 mg de morfina nas 3 semanas subsequentes, conforme tolerado pelo paciente, respeitando dose máxima de 100 mg/dia de nortriptilina e 90 mg/dia de morfina, mostrou redução não significativa de 7% da dor na perna em relação ao placebo (IC95% = -4% a 18%; p > 0,05)18 (B).

Doze pacientes que receberam nortriptilina tiveram melhora da dor global (RRA: 0,017 IC95%: -0,141 a 0,175; NNT = 59 IC95%: 6 a ∞) e dezoito pacientes que receberam terapia combinada de morfina
e nortriptilina relataram melhora da dor (RRA: 0,115 IC95%: -0,031). A terapia com nortriptilina se mostrou tão segura quanto o placebo na ocorrência de efeito adverso (RRA = -0,081 IC95% = -0,238 a 0,076; NNH = 12 IC95% = 4 a ∞) ao passo que a terapia combinada se mostrou menos segura (RRA = -0,180 IC95% = -0,342 a-0,018; NNH = -6 IC95% = -57 a – 3).

O uso de hidroxicloreto de sarpogrelate 300 mg/dia VO por 2 semanas demonstra melhoria na Escala Média do VAS de 33% para dor lombar, 32% para dor na perna e 35% para dormência na perna
em comparação ao uso de diclofenaco de sódio na posologia de 75 mg/dia VO por 2 semanas. No entanto as taxas de melhora não se mostram estatisticamente significativas (p > 0,05) entre os dois grupos.

Recomendação

Não existem evidências científicas que corroborem a eficácia analgésica dos antidepressivos em pacientes com hérnia de disco.

Partilha nas redes sociais
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •