Sintomas da hérnia

Sintomas da hérnia

Os sintomas vão variar de acordo com a etiologia da hérnia.

Se for um episódio agudo, traumático, e que geralmente atinge pessoas jovens, provocam dor repentina
e grave. Nos casos crônicos os sintomas da hérnia são mais graduais e frequentemente episódicos.
Ambos podem estar acompanhados ou não de comprimento neurológico. Na hérnia aguda
(traumática), quando há um comprometimento neurológico pode haver um período de
arreflexia denominado “choque medular”. É um período de depressão reflexa transitória que
resulta do desligamento abrupto das conexões entre os centros superiores e a medula espinhal.
Há ausência de toda atividade reflexa, flacidez e perda da sensibilidade abaixo do nível da
lesão. Podem durar diversas horas e até diversas semanas.

A hérnia de disco poderá ocorrer de forma sintomática ou assintomática. Indivíduos
sadios, submetidos a estudos tomográficos e à primeira ressonância magnética, demonstraram
ter hérnia de disco, mesmo volumosa, sem ter tido jamais dor lombar ou ciatalgia.

Sintomas da Hérnia cervical

Uma dor persistente no pescoço e membro superior é geralmente causada por compressão de raiz nervosa cervical no forame intervertebral.Subjetivamente, o paciente experimenta dor na parte inferior do pescoço, irradiando-se para um ombro e braço e posteriormente sobre a área torácica superior. São comuns as parestesias, tais como entorpecimento e formigamento, sobre a face radial do antebraço, a
mão e os dedos. A dor é acentuada por movimentação do pescoço e através da tosse, espirro e
tensionamento. O desconforto é intenso à noite e interfere com o sono. O alívio é às vazes
obtido através da posição ereta e da deambulação. O movimento da cabeça tanto para frente
quanto para trás e geralmente na direção do lado da dor aumenta o desconforto. O paciente
geralmente encontra uma posição da cabeça, geralmente em flexão neutra e desviada ao lado
da lesão, na qual ele consegue alívio.

Clinicamente, os achados são espasmo muscular acentuado e limitação da movimentação ativa e passiva, particularmente na direção do lado da lesão. A lordose cervical é reduzida. O movimento forçado da cabeça reproduz a dor. Uma pressão sobre o topo da cabeça provavelmente acentua os sintomas.

É percebida uma hipersensibilidade localizadasobre o intervalo discal envolvido levemente para um dos lados da linha média. Às vezes,observa-se fraqueza ou fibrilação dos músculos supridos pelo sexto ou sétimo nervo cervical. O reflexo do bíceps é reduzido quando ocorre envolvimento da sexta raiz cervical, e o reflexodo tríceps fica reduzido quando há envolvimento da sétima raiz cervical.
Quando ocorre compressão da artéria vertebral o paciente pode relatar vertigem,
zumbido, distúrbios visuais (diplopia), desfalecimento ao mover a cabeça, pricipalmente na
presença de ateroma das artérias comunicantes vertebral e posterior. No idoso pode lever até a
isquemia cerebral. Dificuldade de falar e engolir, ataxia e outros sinais de disfunção cerebelar.

Sintomas hérnia cervical

Sintomas da hérnia cervical

Sintomas da Hérnia torácica

Segundo Turek (1991), as pessoas de meia idade ou mais predispostas, em particular
as com deformidade preexistente da coluna (p. ex., escolise e alterações degenerativas).
Qualquer porção da coluna torácica pode ser afetada mas o local predileto é a metade inferior
da coluna torácica.
A expulsão de um disco intervertebral torácico ameaça a função da medula espinhal,
seja diretamente pela compressão da medula ou indiretamente por interromper seu suprimento
vascular.
O início pode ser súbito, mas pode estar completamente ausente. A dor é vaga e pouco
localizada. Ela pode ser referida uni ou bilateralmente no tórax, abdome ou extremidades
inferiores. O entorpecimento subjetivo e as parestesias, como as sensações de frio e
queimadura, são sintomas precoces e importantes. Uma queixa comum é a fraqueza e o peso
nas pernas. O sintoma é progressivo, pode exigir apoios para a marcha e pode confinar o
paciente a uma cadeira ou leito.
Podem surgir sinais físicos de lesão do neurônio motor superior (clonos, reflexos
profundos hiperativos, espasticidade e resposta de Babinski). A perda sensitiva superficial
(toque, dor, temperatura) é muito variável e é encontrada pelo menos em alguns dermátomos
além do nível do comprometimento discal. Na fase avançada, o comprometimento medular
adiciona-se à astenia esfincteriana e o quadro clínico torna-se acentuado.

Sintomas da Hérnia lombar

A hérnia lombar pode ser aguda, surgindo repentinamente como resultado de uma
flexão, torção e levantamento de peso ou pode aparecer gradualmente após vários episódios
pequenos de exercício ou de atividade não habitual (exemplo: uma viagem longa).
Os sintomas da hérnia lombar, são devido a alterações traumáticas ou degenerativas no
disco ou articulações espinhais.

Os sintomas das hérnias locais são dor e espasmo muscular. Lombalgia aguda com ou sem ciática
(dor no dermátomo correspondente). São comuns em qualquer idade, geralmente seguindo-se
a ligeiro trauma ou distensão. Há diminuição da mobilidade nos estágios agudos com dor em
qualquer movimento e posteriormente extensão dolorosa e limitada. A dor costuma variar
com as mudanças de posição. Também ocorrem deformidades devido ao espasmo muscular
intenso, provocando redução da lordose lombar ou escoliose antálgica.

Os sintomas da hérnia devido a compressão nervosa, produz dor semelhante ou mais forte do
que a anterior. Os reflexos do quadríceps e do aquileu estão diminuídos quando há pressão
nas raízes nervosas correspondente. A compressão da raiz nervosa interrompe a transmissão
de impulso e resulta em fraqueza dos músculos supridos pelo nervo correspondente. É comum
surgir parestesias e sensibilidade alterada ou ausente (no dermátomo correspondente). E
persistir após o desaparecimento da dor radicular.

Os sinais da hérnia devido à compressão da cauda eqüina é a alteração mais séria da hérnia
lombar e geralmente é devido à volumosa hérnia distal extrusa.
A marcha é claudicante porque o paciente não pode realizar a fase do impulso normal
no membro afetado.

 

Sintomas da hérnia

Sintomas da Hérnia Lombar

Partilha nas redes sociais
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •