Como tratar da hérnia de disco?

Como tratar da hérnia de disco?

Tração – como forma de tratar da hérnia de disco?

De acordo com Kisner & Coulby (1996), tração é o processo de esticar ou puxar. É
usada em tratamento de síndromes cervicais e hérnias de disco lombares, bem como outras
síndromes de raiz nervosas. Sua aplicação é geralmente com aparelhos, embora o terapeuta
possa aplicar tração nas articulações da coluna vertebral com técnicas cuidadosas manuais e
de posicionamento. Seus usos e aplicações são variados e sujeitos a resposta clínica do
paciente para o seu sucesso na diminuição dos sintomas.

De acordo com Hooker (2002), a tração tem sido usada desde os tempos antigos
para as enfermidades vertebrais dolorosas. Ele define a tração como o processo de
tracionar um segmento do corpo conseguindo separá-lo. Este procedimento pode ser
executado de maneira mecânica, onde se utiliza uma máquina de tração ou mesmo de
maneira manual por um profissional que entenda as posições apropriadas e as intensidades
de força que são aplicáveis nas extremidades vertebrais.

Para Knoplich (2003), o grande valor do procedimento de tração para tratar da hérnia de disco, é que o paciente sente-se realizando psicologicamente um sacrifício em prol de seu tratamento. Essespacientes, às vezes já deprimidos e ansiosos, que já tinham desistido de cuidar de sua dor e estavam em condições inadequadas emocionalmente para se tratarem, aceitam a realização
da tração, que acaba por trazer resultados palpáveis na pratica do consultório.
Hooker (2002), afirma que a tração aumenta a separação dos corpos vertebrais
fazendo com que diminua a pressão central no espaço do disco estimulando o núcleo do
disco a retornar a uma posição central. A tensão mecânica do anel fibroso e dos ligamentos
ao redor do disco ajuda a forçar o material nuclear protuso para uma posição central.

Os músculos vertebrais são eficientemente alongados através do mecanismo de
tração. Assim o alongamento muscular alonga as estruturas musculares rígidas ou produz
um relaxamento da contração, permitindo que melhore o fluxo de sangue no músculo, e
ative os proprioceptores musculares oferecendo mais influência sobre o alivio da dor.
O procedimento da tração causa a separação mecânica das vértebras que acaba por
alongar os músculos espinhais, tensionar os ligamentos e cápsulas das facetas articulares,
alargar o forame intervertebral, retificar as curvaturas espinhais e causar um deslizamento
das facetas articulares. Pode ocorrer a redução da dor do paciente, pois devido aos efeitos
mecânicos como a melhora da circulação; diminuição da compressão da raiz nervosa;
diminuição da compressão das superfícies facetarias; alongamento mecânico do tecido
retraído; e também devido a efeitos neurofisiológicos como: a estimulação dos
mecanoceptores e a inibição da proteção reflexa que diminui o desconforto dos músculos
em contração. Alguns fatores influem na quantidade de redução da dor como: posição do
paciente, posição da coluna, força aplicada e duração da tração (KISNER & COULBY
,1996).

 

tratar da hérnia de disco

Como tratar da hérnia de disco

Reeducação Postural Global – como forma de tratar da hérnia de disco?

As posturas empregadas no método de reeducação postural global (RPG),
decorrem logicamente dos diferentes problemas encontrados normalmente. Os estiramentos
praticados permitem que cadeias musculares encurtadas sejam alongadas. Estas não são
inumeráveis e é mesmo possível dentro de apenas uma postura corrigir alterações de várias
delas. A grande cadeia posterior possui a função de nos curvar para trás, sendo assim
tratada dobrando-se o sujeito para frente. Todas as posturas insistem sobre flexibilidade dos
músculos inspiratórios (SOUCHARD, 1996).
Nas afecções crônicas o número de sessões semanais deve ser de apenas uma, e
em casos mais agudos seriam mais indicados duas sessões semanais. As sessões de RPG
são individuais e podem durar cerca de uma hora com duas posturas diferentes.

Porém, pode-se realizar apenas uma postura, sendo que um determinado problema estaria sendo
enfatizado. Tendo em conta a diversidade dos casos, o terapeuta deve insistir
particularmente sobre a correção desta ou daquela parte do corpo.

Existem oito posturas de correção que são divididas em quatro familias. As oito
posturas são:

rã no chão com os braços fechados e abertos, rã no ar com os braços fechados
e abertos, postura sentada, postura de pé contra a parede, postura de pé inclinada para frente
e postura de pé no meio. Cada uma dentre elas permite ao RPGista uma precisão maior
sobre o local a ser tratado especificamente. A postura de Rã no ar com fechamento de
braços possibilita ao terapeuta uma maior precisão sobre os seguintes níveis: nuca, tórax e
respiração, ombros, cotovelos, mãos, bacia, quadris, joelhos e pés. Esta postura trabalha
com fechamento de quadril e braços abertos. A grande cadeia posterior é tratada com
fechamento de quadril. Estando um sujeito com uma disfunção a nível de coluna lombar,
sendo esta lesionada em flexão de tronco, precioniza-se o uso desta postura para correção
da lesão (SOUCHARD, 1996).

 

tratar da hérnia discal

tratar hérnia discal – rpg

Técnicas Osteopáticas para tratar da hérnia de disco?

Atualmente existem diferentes e inúmeras técnicas de tratamento, estando estas a
procura do tecido responsável pela patologia e sintomatologia. As técnicas para tratar da hérnia
de disco possuem ações especificas sobre os tecidos específicos. A escolha das técnicas é bastante variável dependendo do tecido afetado. Pode-se utilizar para tratar da hérnia de disco, técnicas de músculo-energia, estretching funcional, thrust e neuromuscular.

O tratamento osteopático consiste em determinar qual a articulação responsável
pelo problema e dentro desta articulação qual o tecido responsável pelo transtorno. Os
músculos quadrados lombares, interespinhais e psoas estão quase sempre relacionados aos
problemas da região lombar (RICARD & SALLÉ, 2002).
Para Souchard (1989), o diafragma estando em tensão, tracionaria anteriormente
as vértebras lombares, assim provocando um provável pinçamento posterior, por aumentar
a pressão anteriormente ao disco, além disso, como ele está ligado às vértebras, agiria
como um grande estabilizador desta região.
A mobilização do Quadrado lombar é extremamente importante, pois o quadrado
lombar é um músculo postural que em casos de rigidez e contratura, contribuirá para
carregar os segmentos lombares de maneira inconveniente (WEINTRAUBE, 1994).
Illi apud Ricard & Sallé (2002), insiste que qualquer fixação a nível da articulação
sacroilíaca diminui a capacidade de compensação em casos de torção da coluna vertebral.
As fixações da articulação são um dos fatores de restrição da articulação lombossacra e de
degeneração discal lombar baixa. As hipermobilidades lombares poderiam ser causadas
por restrições e fixações sacroilíaca fonte de protusões discais e hipermobilidades.

Partilha nas redes sociais
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •